P&R: Vale a pena instalar um kit de GNV?

agosto 17, 2017

“Bom dia! O preço da gasolina está cada vez mais alto. Por isso, gostaria de instalar um kit de gás em meu carro, para economizar. Me ofereceram o kit por R$ 3.600,00. Vale a pena?”

Bom, em investimentos e em finanças pessoais, não existe uma resposta que será sempre correta.

Por essa razão, para verificar se vale a pena instalar um kit de gás em seu carro, algumas variáveis devem ser analisadas.

Sob o ponto de vista da utilidade, lembre-se de que um kit de gás ocupa espaço, que não poderá ser utilizado, por exemplo, para levar as compras do supermercado ou os brinquedos das crianças.

Dessa forma, carros sedãs, em que o porta-malas é espaçoso, tendem a se adaptar melhor com kits de gás.

Por outro lado, muitas pessoas dizem que o uso de gás natural reduz a vida útil de um automóvel, provocando o desgaste acelerado de determinadas peças. Não sou mecânico e não posso dizer se essa informação é falsa ou verdadeira, mas esse é um fator a se estudar, pois pode aumentar as despesas com manutenção e a depreciação do seu veículo.

Desde logo saliento, no entanto, que a instalação de um kit de gás natural leva à perda da garantia oferecida pela concessionária.

No que diz respeito ao aspecto econômico, por fim, temos de levar em consideração duas situações.

O custo médio do quilômetro rodado com GNV é de R$ 0,18 e, para fins de comparação, o custo médio do quilômetro rodado com gasolina e álcool é de, respectivamente, R$ 0,36 e R$ 0,41.

Ou seja, com R$ 50,00, o motorista roda 278 quilômetros com gás natural veicular, 139 quilômetros com gasolina e 122 quilômetros com etanol.

Considerando-se a gasolina, portanto, você precisaria rodar 20.000 quilômetros para que a economia gerada com o uso de gás natural pagasse a instalação do kit de gás. Isso, sem se considerar que os R$ 3.600,00, aplicados na poupança, gerariam R$ 14,04 ao mês (a economia gerada com 80 quilômetros rodados).

Logo, se você costuma usar seu automóvel apenas nos fins de semana ou para ir ao trabalho, a instalação de um kit de gás natural talvez não seja a melhor alternativa. A economia gerada com o uso do gás provavelmente não será suficiente para cobrir os custos de instalação e com a manutenção do veículo.

Se você utiliza seu automóvel para trabalhar, porém, o uso do gás pode gerar uma economia significativa.

Sendo assim, taxistas, motoristas da Uber, corretores de imóveis e prestadores de serviços a domicílio podem se beneficiar com a instalação de um kit de gás, que, nesse caso, pode ser chamado de investimento.

Não sei qual é a sua situação, mas acredito que essas informações podem ajudá-lo a chegar a uma conclusão.

É isso ai! Satisfeito com a análise?


Aproveite a visita e confira:

0 comentários

Faça parte de nossa comunidade: