Os melhores e piores investimentos de 2017

janeiro 04, 2018

Seguindo o rali observado no segundo semestre de 2016, após o impeachment de Dilma Rousseff, os investimentos em renda variável tiveram um excelente desempenho em 2017.

Foram, aliás, os investimentos que apresentaram, no último ano, a melhor rentabilidade nominal:

Índice Ibovespa: +26,86%
Fundos de Ações: +25,70%
Fundos de Ações/Dividendos: +20,44% 
Fundos de Investimento no Exterior (ações): +19,41%
Ouro: +12,01%
Dólar comercial: +1,99%

Quanto aos índices setoriais:

Índice Industrial (INDX): +20,13%
Índice de Materiais Básicos (IMAT): +35,65%
Índice de Consumo (ICON): +33,10%
Índice Financeiro (IFNC): +25,97%
Índice Imobiliário (IMOB): +31,90%
Índice de Samll Caps (SMLL): +49,35%
Índice de Dividendos (IDIV): +25,27%

Por outro lado, a renda fixa apresentou os seguintes resultados:

Fundos de Renda Fixa Indexados: +11,87% 
Tesouro Selic 2021 (LFT): +9,97% 
Fundos de Renda Fixa: +8,52%
Poupança: 6,16% 


Aproveite a visita e confira:

0 comentários

Faça parte de nossa comunidade: